4 de junho de 2007

A um amigo de devaneios...

Lucas, estou lhe escrevendo porque andei pensando naquele assunto que conversamos.
O que uma mulher gosta em um homem, afinal? O que faz que com ela entregue seu coração nas mãos dele?
Pode parecer meio fora de moda, até mesmo ultrapassado, porém meu querido amigo, sinto no fundo da alma que por mais que o tempo passe essas coisas não mudam.
A dama realmente quer que você compre aquilo em que ela mais acredita. Toda mulher, e até arriscaria dizer toda pessoa, tem algo especial que realiza aqui na Terra onde coloca toda sua luz. Se você conseguir comprar esse sonho junto dela, sabe? Fazê-la acreditar naquilo que é e achar lindo aquilo que faz terá seu coração eternamente.
Pode parecer óbvio, além de nada prático, mas você sabe que nós dois fizemos escolhas diferentes da maioria. Não aceitamos o “comum”, o fácil, a profundidade de uma poça d’água...
Os lagos mais profundos merecem persistência e esperança.
Tudo que aprendi nesses vinte e um anos de vida pode ser resumido na palavra amor. Que esse amor seja entendido como tanta fé no ser humano que por mais que nos decepcionemos, ele só aumenta.

Às vezes esqueço tudo isso escrito aqui, confesso... Tem horas nas quais tudo fica bem triste. Só que ainda acredito que estamos no caminho certo, afinal meu caro, se for para existir somente o mais verdadeiro possível; se for para respirar esse amor, que seja o mais puro e inocente deles.

Dessa maneira pressinto que vai ser algo tão iluminado, que viverá eternamente dentro de nós.

E ai sim vai ter valido a pena.


Nenhum comentário:

type='text/javascript'/>