3 de fevereiro de 2018

25 de janeiro de 2018

Naturalmente

Escapo dos fantasmas sem pesar 
Ou culpa 
Porque respeito meus princípios sagrados. 
Quem é candura, fica para o chá, 
Tão natural como as coisas nascem e crescem, é o amor. 
Às assombrações, placas indicam caminhos para fora do meu coração. 
Quero a liberdade de estar com quem desejo (e me deseja) verdadeiramente. 


Mesmo que fique só.