8 de junho de 2007

A descoberta do dia cinza...

Também tenho medo Joãozinho querido...
Medo de ficar sozinha o resto da vida.
Por isso inverno poemas e me escondo dentro deles. Porque as palavras me deixam protegida do mundo de verdade.

Quando a tia era pequena, sabe Joãozinho, ela morava no reino das bonecas e sempre tinha que voltar para tomar banho (deve ser por isso que não gosto de tomar banho!).
Mas, sabe de uma coisa querido? Essa sua dorzinha aí dentro, sabe? Num liga não. A Mariazinha não se chama felicidade. Se ela falou que se chamava assim, não acredite meu amor. Sua felicidade está guardada naquela caixinha em cima da cômoda. A tia se lembra muito bem, sempre guardadinha lá...

O menino correu para o quarto, revirou as caixas e em uma delas, com seu nome, encontrou o presente embrulhado.


- Um espelho.


.

Nenhum comentário:

type='text/javascript'/>