18 de agosto de 2016

Errante

Hoje, na estrada, havia neblina
Numa quase experiência de limbo.
O limbo é o lugar onde as almas esperam por redenção.
E, surpreendentemente,  me sinto parte dessa atmosfera
Como se estivesse sempre
No meio do caminho
Como se, na noite da criação,
Minha alma fosse mergulhada em obscuridade.

Nenhum comentário:

type='text/javascript'/>