1 de setembro de 2012

Para os dois


Tem pessoas gigantes,
com tentáculos de polvo,
Que agarram nossa alma
Pra si
Tem pessoas abismos
que nos convidam a saltar
Abotoando
pétalas no chão.
Essa gente me aproxima fascinada:
Questionadoras, insaciáveis!
Eternas crianças.
E eu pulo!
Olhos fechados, pés juntos
Pra dentro de tudo
Que não quero que acabe.
Uns chamam de loucura,
Mas eu chamo de amizade.
Tem pessoas que me levam pela mão
E as levo também
Numa caminhada lado a lado
Enquanto o sol nasce e dorme sobre nós.

Nenhum comentário:

type='text/javascript'/>