27 de agosto de 2007

Meus estranhos prazeres:

cheiro de amaciante
sorvete que vai derretendo no fundo do copo
abrir os olhos durante o beijo
escrever um texto, achá-lo "o último" e depois fazer outro
madrugadas
aquela música na rádio que dá saudade "de alguma coisa que não sei o quê..."
espreguiçar debaixo da coberta em dia frio
desencravar pêlos com uma agulha
sentar no chão
combinar roupas, olhar no espelho e fingir ser outra pessoa
contar azulejos
penteados esquisitos pós-banho
comer vários chicletes de uma vez
pessoas dormindo
comer uma a uma e depois apertar com o dedo as bolinhas de sagu
desenhar na margem das folhas pautadas
sobracelhas
ouvir diálogo de estranhos no ônibus
observar insetos
declarações de amor em hora e lugares improváveis


- Quais são seus estranhos prazeres?

Um comentário:

Ludmilla Barros disse...

escovar os dentes e beber água
passar o lençol entre os dedos do pé
barulhinho de ventilador

type='text/javascript'/>