13 de junho de 2016

- Godo, ela está voltando. 
- Quem? 
- A tristeza. Como posso fazer pra ela não ficar? 
- Essa é fácil: ajude as pessoas. 
- Mas eu já ajudo o bastante, sou professora, já faço o suficiente. 
 - Por isso está voltando... sempre podemos fazer mais. 
- Preciso de exemplos práticos. 
- Certo. Tá vendo aquela senhora no ônibus que sempre puxa assunto? 
- Não brinca, isso não. 
 - Ela foi abandonada pelos filhos e netos. Trabalha como cozinheira e adora ensinar receitas. 
- Vai me alugar a viagem inteira! 
- Esse é o plano. 

- E aí? Foi lá? 
 - Na verdade só ouvi, falou durante 20 minutos. 
- Pois é, durante 20 minutos você não ficou triste. 
- Mas se eu ajudar todo mundo, quem poderá me ajudar? 
- Eu! (que na verdade sou você porque moro na sua cabeça). 
- Você acha que funciona? 
- Sim, te arrumo uma fila pra ajudar em dois minutos. 

- Godo, morro de medo da tristeza voltar. 
- "Se você conhece o inimigo e conhece a si mesmo, não precisa temer o resultado de cem batalhas." 
- Arte da guerra! 
- Por isso que é bom sermos a mesma pessoa. 
-Porque lemos os mesmos livros? 
-Sim! Isso evita explicações desnecessárias.

Nenhum comentário:

type='text/javascript'/>