17 de janeiro de 2010

Essas futilidades sempre emergem diante do caos.
Cortar cabelo e fazer as unhas são atitude desesperada
perante o fim de mim mesma;
Mas insisto.

Nenhum comentário:

type='text/javascript'/>