13 de outubro de 2009

Meu amor continua bobo e infantil,
mas não é vergonha não.
Meu amor é a melhor coisa que eu sei fazer.

Talvez a única.

Nenhum comentário:

type='text/javascript'/>