30 de agosto de 2008

Quantas teclas caberão nesse sentimento meu
de solidão?
Se eu digitar s-o-l-i-d-~-a-o
em folhas e folhas
ela diminui ou aumenta?
Se rabiscar seu olhos
no teto
acordarei mais feliz?
Já não bastam fotografias
Nem cartas
Nem mesmo e-mails
Ou o dia inteiro juntos
Minha solidão tem fome
maior que o próprio sol.
Seu amor é maior que o próprio sol.
O problema são as nuvens que,
vez em quando,
cobrem esses castelos de areia
e atrasam meus navios.



- Queria (muito) que você estivesse aqui
.

Nenhum comentário:

type='text/javascript'/>